quinta-feira, 18 de julho de 2013

FILME: "AMOR SEM FRONTEIRAS"

(CLICK 2X CAPA AMPLIAR)

FILME: "AMOR SEM FRONTEIRAS"

Falando de filmes vai outra indicação com uma pitada de voluntariado, o filme se chama "Amor Sem Fronteiras". Já viram?

Uma verdadeira crítica à sociedade. Só assistindo para você refletir sobre ele. Mostra a menina rica que se comove com as "barbaries" que vê, "ao vivo". Mostra como pessoas engajadas em causas humanitárias passam, o que fazem para levar isso em frente. E que o amor realmente não escolhe hora ou lugar. Mostra que o amor realmente é sem Fronteiras. Que às vezes escolhemos as coisas por comodidade. Enfim um filme para emocionar e refletir.
Vale muito a pena conferir.



Filme: Amor sem Fronteiras
Direção: Martin Campbell
Elenco: Angelina Jolie, Clive Owen
Nome Original: Beyond Borders
Ano: 2003
Duração: 127 min
País: EUA/ALE
Gênero: Drama


SINOPSE
No meio da década de 80, o mundo assistiu, horrorizado, às cenas vindas da Etiópia, onde o povo morria de fome. É nessa época que Sarah Jordan (Angelina Jolie) leva uma vida boa ao lado do marido.

Uma festa oferecida por seu sogro é interrompida pelo médico Nick Callahan (Clive Owen), que invade o evento ao lado de um garoto africano que mora na aldeia na qual trabalha como voluntário. Ele está no jantar a fim de alertar em relação à péssima condição da Etiópia e denunciar a falta de atenção que eles recebem. Portanto, ninguém melhor para acompanhá-lo do que o menino negro, pequeno e esquálido.

Mas a única atenção sincera que ele consegue é a de Sarah que, impressionada com o rompante de Nick, resolve juntar todas as suas economias e levar pessoalmente caminhões de mantimentos e vacinas ao país africano, que não duram mais do que quatro dias. O que ela vê lá não é nada bonito e é aí que o filme começa a tocar o espectador. Pessoas apodrecendo vivas, literalmente, são cobertas de moscas enquanto torram sobre o sol quente. O governo negligenciando ajuda ao grupo de Nick, enquanto que os voluntários fazem o que podem para perder menos do que 40 pessoas ao dia. A cena não é nada bonita.

O médico, claro, não recebe a socialite muito bem. Afinal, para ele, suas intenções não são muito verdadeiras. Trocando em miúdos: ele não confia nela que, em dois dias, vai embora para Londres. Quando o filme dá um salto de alguns anos, vemos que as riquezas da família de Sarah se foram, mas sua vontade de ajudar países "menos favorecidos" não. Ela trabalha com voluntários que estão nos cantos mais longes e miseráveis do mundo, também como uma forma de continuar sabendo do paradeiro de Nick, a quem ela nunca mais esqueceu. E, claro, provar que suas intenções na África eram verdadeiras.

Isso é tudo que você precisa saber sobre a história de Amor Sem Fronteiras, pois o seu desenrolar é o mais previsível possível: enquanto Nick luta para que seu grupo de voluntários continue recebendo ajuda enquanto viaja o mundo para ajudar aldeias isoladas e desoladas por doenças, ameaçadas pela violência dos governantes locais e pela miséria, Sarah luta para que seu amor pelo médico seja consumado. Sem deixar de fazer o bem, assim como Nick.

As ações do filme se passam na Etiópia, Camboja e Chechenia. Todos sabem da situação destes e de muitos outros lugares no mundo. O que Amor Sem Fronteiras faz é escancarar o problema do jeito que Angelina sempre deve ter tido vontade de fazer desde o momento que começou a se envolver com ações humanitárias.

Pelo menos não se pode acusar Angelina Jolie de falsidade pura: a beldade realmente faz trabalho humanitário para a ONU (e afirma se espelhar em Audrey Hepburn, uma pioneira na área). Enquanto rodava Amor sem Fronteiras no Camboja, adotou uma criança local.


Um comentário:

  1. Prezado Benjamim,
    Minha família e eu adoramos a indicação do filme, ele será passado na Sky, dia 25/07 às 17h, e ja reservamos.
    Obrigada.

    ResponderExcluir